08 nov, 2017

Obra literária provoca reflexão sobre modelo tributário brasileiro

“Reforma tributária: construindo um novo modelo (críticas, reflexões e proposições) retrata ineficiência do atual modelo tributário e propõe soluções que ajudem no desenvolvimento econômico do país

A publicação faz uma abordagem crítica e didática, apresentando novas propostas para solucionar a ineficácia do modelo tributário vigente no Brasil. A concessão exagerada de desonerações, a guerra fiscal e o descumprimento sistemático da Constituição pelos entes públicos são alguns dos aspectos apresentados pelo autor, associado da Associação dos Auditores-Fiscais do Município de Porto Alegre (AIAMU), César da Silva Giffhorn.

– Esse livro nasceu do entendimento que o sistema tributário atual é tão ruim que o melhor seria ficar excluído dele. O que me propus a fazer é mostrar porque isso acontece, verificando os vários tipos de impostos e a complexidade que existe hoje no modelo atual. Se eu gostaria de fazer algo, não bastava apenas elaborar críticas, mas sim oferecer uma construção de ideias para um novo modelo – declarou o autor da obra, César Giffhorn.

A obra mostra um modelo proposto mais justo, simples e que reflita em um lançamento mais rápido, arrecadação melhor e menos burocracia.

– Esse trabalho eleva ainda mais a importância da AIAMU. É fundamental que o conhecimento seja levado adiante e nos sentimos muito hornados com esse trabalho – afirmou o presidente da AIAMU, Joarez Tejada Francheschi.

A obra foi apresentada em coquetel para associados da Associação dos Auditores-Fiscais do Município de Porto Alegre (AIAMU) na quarta-feira (08/11). O livro, com 287 páginas, é uma publicação da Editora Sulina (www.editorasulina.com.br). A obra terá lançamento e sessão de autógrafos na Feira do Livro no dia 13 de novembro, das 17h30min às 18h30min.

Trackback URL: http://playpress.com.br/2017/11/08/obra-literaria-provoca-reflexao-sobre-modelo-tributario-brasileiro/trackback/

Leave a comment:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *