05 set, 2019

Procedimentos feitos por não médicos são tema de reunião no Ministério Público Estadual

Sociedade Brasileira de Dermatologia – Secção RS tem como objetivo esclarecer a população sobre as complicações que o exercício ilegal da medicina podem provocar

O encontro realizado na tarde de quarta-feira (04/09) teve como objetivo levar ao Ministério Público Estadual a preocupação dos médicos dermatologistas com os procedimentos estéticos invasivos que estão sendo feitos por profissionais sem a devida formação e que estão, cada vez mais, trazendo complicações para os pacientes. A presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Secção RS (SBD-RS), Taciana Dal´Forno Dini, reforça que os casos são cada vez mais recorrentes e preocupam, uma vez que a população precisa estar ciente dos riscos existentes e da importância de sempre buscar que os procedimentos sejam feitos por profissionais habilitados no tratamento destas complicações, como dermatologistas e cirurgiões plásticos. Durante o encontro, foram definidas ações preventivas.

Participaram da reunião o Subprocurador Geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Dr. Marcelo Lemos Dornelles; o Coordenador do Centro de Apoio Criminal, Dr. Luciano Vaccaro; a Promotora de Justiça da Promotoria de Justiça Especializada de Gravataí, Dra. Juliana Nahas Gavião, o Coordenador do Centro de Apoio de Defesa do Consumidor e da Ordem Econômica, Dr. Gustavo de Azevedo e Souza Munhoz e o Promotor de Justiça Dr. Rodrigo Brendalise.

As denúncias estão sendo encaminhadas com o suporte do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul (CREMERS), que também debateu o tema em um evento recente na sua sede.

Trackback URL: http://playpress.com.br/2019/09/05/procedimentos-feitos-por-nao-medicos-sao-tema-de-reuniao-no-ministerio-publico-estadual/trackback/

Leave a comment:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *